‘Direito de consertar’: por que cresce a pressão por eletrodomésticos mais duráveis e fáceis de reparar

Comprar um eletrodoméstico novo para substituir o que quebrou gera liberação de gases do efeito estufa durante o processo de produção
Getty Images/BBC NEWS BRASIL

É frustrante. Você compra um novo eletrodoméstico e, logo depois da garantia expirar, ele quebra. Você não consegue consertar e também não encontra ninguém que consiga fazer o serviço por um preço decente.

Então, você é praticamente forçado a comprar outro novo, enquanto o objeto se junta à montanha global de lixo. Isso acaba dando combustível à mudança climática, devido ao consumo de recursos e à liberação de gases do efeito Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!