Microsoft quer normas sobre reconhecimento facial para proteger as pessoas

São Paulo – O presidente e diretor jurídico da Microsoft, Brad Smith, publicou na última quinta-feira (6) um longo texto em que detalha o posicionamento da empresa sobre o uso de tecnologias para reconhecimento facial e inteligência artificial, sugerindo a adoção de um código de conduta pelos governos e demais companhias que atuam na área. A intenção de Smith é que pontos importantes relativos às consequências da tecnologia sejam discutidos antes que ela se espalhe de maneira mais ampla.
“A menos que nós ajamos, corremos o risco de acordar daqui a cinco anos para descobrir que os serviços de reconhecimento facial Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!